Comunicação > Crítica a privilégios fiscais chega aos corredores de trânsito de BH

divisoria2

 

Voltar

Veiculação na parte traseira de ônibus e painéis eletrônicos amplia denúncia do Sindifisco-MG

05/10/2017 - Nº 316

A campanha do Sindifisco-MG que denuncia os privilégios fiscais em Minas Gerais e pede que o governo estadual divulgue quais são as empresas beneficiadas e o montante que elas deixam de recolher aos cofres públicos está também em anúncios nas traseiras de ônibus e painéis eletrônicos instalados em alguns dos principais corredores de trânsito da capital.

Com o slogan "Vamos abrir esta caixa-preta", as peças convidam o público a assinar uma petição eletrônica, que tem o intuito de reforçar a pressão sobre o governo de Minas.

Assine a petição

Em 2017, o Estado abrirá mão de R$ 13,8 bilhões em recursos destinados à concessão de benefícios fiscais, conforme Lei Orçamentária do Estado. O Sindifisco-MG critica a prática, uma vez que o montante que deixa de ser arrecadado é compensado pelo aumento de impostos que incidem sobre produtos e serviços essenciais, tais como combustíveis, energia elétrica e alimentos.

divisoria