Comunicação > Declaração de Bens e Valores

divisoria2

 

Voltar

Sindifisco-MG solicita que documento relativo a 2016 (exercício 2015) possa ser entregue por meio digital

06/09/2017 - Nº 275

Após a derrubada da liminar que desobrigava os AFREs da entrega da Declaração de Bens e Valores, o Sindifisco-MG entrou em contato com a Controladoria Geral do Estado (CGE) para solicitar que a documentação de 2016 (relativa a 2015) seja encaminhada através do SISPATRI ou de outro meio digital que assegure a confidencialidade dos dados. O pedido tem ainda o objetivo de facilitar o envio pelos servidores que trabalham nas unidades do interior do Estado, uma vez que, até o momento, a CGE mantém a exigência de que a entrega se dê apenas por meio de protocolo físico.

"Chegamos a agendar uma reunião para esta quarta-feira (6) com o Controlador, mas, a pedido dele, ela foi adiada. Diante disso, adiantamos o assunto por telefone para reforçar a solicitação dos AFREs", informa Lindolfo Fernandes de Castro, presidente do Sindifisco-MG.

Em resposta, o Controlador-Geral do Estado, Eduardo Martins de Lima, disse que já solicitou à equipe responsável pelo SISPATRI que analise o pedido e prometeu uma resposta para breve. Ele também se comprometeu a agendar uma nova reunião para tratar também de outras dúvidas encaminhadas pelos AFREs ao Sindifisco-MG.

A entrega da Declaração 2017 (referente a 2016) poderá ser feita pelo SISPATRI.

divisoria